segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

...

Me desculpem pela ausência... infelizmente perdi uma das pessoas mais importantes da minha vida, e tá sendo difícil achar tanta graça em tudo como antes.

Porém, como eu tenho certeza de que ela não gostaria de me ver assim, e confirmando que palhaçada é coisa de sangue, venho contar hoje algumas histórias da minha vozinha, que tinha as melhores tiradas nas piores idéias de todos os tempos.
Com vocês, Vovó M.:


Historinha 1:
Estávamos todos de férias em Guarapari, no Espírito Santo. Quando eu digo todos, não é nenhum exagero... é a família toda, incluindo filhos, netos e agregados. Em um dia lindo de bagunça, resolvemos fazer um passeio de escuna famoso na região, passando pelas principais praias.
Como era de se esperar, minha tia morrendo de medo do mar, eu e meu tio pendurados na escuna, numa cena típica de Titanic e minha avó vigiando todo mundo pra nada acontecer de errado. A uma certa hora, a escuna disponibiliza um café da manhã, uma mesa com frutas da época pra matar a fome e refrescar do calor.
Tudo correu bem, o passeio foi divertidíssimo... ao sair, minha mãe pegou sua bolsa (que era daqueles modelos meio transparente, que se via tudo dentro) e saiu da escuna... agradeceu às pessoas que estavam lá, conversou com a mulher que vendia bilhete e entramos no carro pra ir embora... Até que, minha mãe resolve olhar para dentro da bolsa... e encontra 10 laranjas...
Isso mesmo... minha vó, achando que tinha fruta demais na escuna e que iria estragar tudo se ninguém consumisse, pegou uma porrada de laranja pra fazer suco e colocou na bolsa da minha mãe sem ela saber. E o pior, imagina a cara das pessoas olhando a bolsa completamente transparente e a minha mãe com a cara mais lavada do mundo indo embora do passeio, como ladra de laranjas. Ponto pra vovó!

Historinha 2:
Carnaval de diamantina do ano de 2005. O melhor carnaval de todos os tempos, onde conseguimos reunir 17 amigas solteiras(o que era um milagre, todas estarmos solteiras na mesmo época) numa mesma casa. E para completar, eu iria passar meu aniversário lá, entre batucada, amigas e bebedeira. Perfeito!
Eis que no dia do meu aniversário, lá pelas tantas, já trocando as pernas, minha avó me liga:
- Oi minha filha! Parabéns, muita saúde, muitos anos de vida... que Deus te acompanhe!!
- Brigada vó!
- Ahhh minha filha... queria que você tivesse passando seu aniversário aqui... tô vendo desfiles de escola de samba e eu lembro quando você era pequenininha, você ficava deitada no meu colo e falava que não queria ver mais porque era tudo igual...
- É verdade... mas teremos muitos outros aniversários vó! Não precisa ficar triste que eu tô felizona aqui!
- Ahhh minha filha... não bebe muito não... toma cuidado com os rapazes de carnaval, eles acham que podem abusar das meninas...
- Pode deixar vó!
- Ahhhh minha filha... por queeeeeeeeee que você não arruma um namorado?? É tão triste uma menina sozinha, largada no mundo, em carnavaaaaal... daqui a pouco o tempo passa e você fica solteiroooona minha filhaaa...
- Vozinha, eu juro que depois eu arrumo um namorado... mas hoje fica bastante complicado né, no meio do carnaval assim não dá...

Historinha 3:
O último fim de semana que fui pra casa dela cuidar dela, eu estava contando do meu novo apartamento...
- Vó... tá uma graça! Não tem nada direito, só o quarto que tá montado... na sala não tem nada, na cozinha só tem geladeira... vou ter que comprar os móveis tuuuudo de novo...
- Eu vou te mandar dinheiro pra você comprar umas coisinhas logo, minha filha...
- Precisa não vó... eu vou comprando aos poucos, não tô me importando não!
- Tá bom minha filha... mas olha sóóóóó, não compra coisa demais não, porque quem tem que comprar os móveis é o NOOOOOOOIVO, ai depois você não vai ter onde colocar...
- (??????) Pode deixar vó... do jeito que eu tô, vai dar tempo de comprar tuuuudo, estragar tuuuudo, ai depois o nooooivo que nem existe compra tudo de novo, fica tranquila!




Muito fofa né?


... e como tá fazendo falta.

2 comentários:

Bruno Scartozzoni disse...

Oi! Bem legal o seu blog, mas melhor ainda foi o seu comentário sobre o post da Ivete Sangalo. Adorei!

Bruno Scartozzoni disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.